apresenta:

MÚLTIPLAS INFÂNCIAS
MÚLTIPLOS SABERES

SOBRE O MIMUS

Crianças pequenas no Brasil vivem sua infância de múltiplas formas. Seja em comunidades indígenas, quilombolas, grupos rurais ou espaços periféricos, a ciência e as políticas públicas direcionadas à primeira infância crescem muito quando usam dessa diversidade de saberes como um recurso.

MIMUS: Múltiplas Infâncias, Múltiplos Saberes, realizado pela Usina da Imaginação com o apoio do Centro de Desenvolvimento Infantil da FMUSP, será um espaço de trocas sobre saberes locais e práticas de cuidado para o desenvolvimento das crianças pequenas.

O evento, realizado de forma online, contará com a participação de atores comunitários, especialistas, antropólogos e outros profissionais que darão visibilidade e destacarão a potência das práticas de cuidado em diferentes contextos do Brasil.

INSCRIÇõES ENCERRADAS

PROGRAMAÇÃO

19h00 – Abertura do evento
19h15 – Apresentação da série “Primeira Infância Indígena”, com participação de representantes das organizações parceiras.

    • Eduardo Marino: Fundação Maria Cecília Souto Vidigal.
    •  
    • Michelle Cruickshank: Grand Challenges Canada.
    •  
    • Claudia Vidigal: Fundação Bernard van Leer.
    •  

19h40 – Debate “Primeira infância e desenvolvimento infantil comunitário”

    • André Baniwa: Escritor e liderança que faz parte da Federação das Organizações do Alto Rio Negro (FOIRN), Baniwa, um dos povos indígenas do Alto Rio Negro.
    •  
    • Maria Theresa Marcílio: Presidente e fundadora da Avante, é pedagoga e mestra em Educação pela Harvard. Coordenadora regional para as Américas do Projeto Líderes Globais da Educação Infantil do Fórum Mundial de Educação e Cuidados na Primeira Infância.
    •  
    • Priscila Obaci: Mãe, militante e bacharel em Comunicação das Artes do Corpo com habilitação em teatro pela PUC – SP. É atriz, dançarina e poeta. Co-fundadora da Capulanas Cia de Arte Negra e Umoja, ambos desde 2007, que realizam criações cênicas híbridas (teatro/dança/música) com base na pesquisa das culturas de matrizes africanas.
    •  

Mediação: Rita de Cácia Oenning da Silva e Kurt Shaw

21h30 – Exibição do curta “Estímulos” da Série Primeira Infância Indígena. 

19h00 – Exibição do curta “Nutrição e Saúde” da Série Primeira Infância Indígena

19h30 – Debate “Crianças pequenas Indígenas, diversidade de cuidados e desenvolvimento”

    • Joziléia Kaingang – Indígena Kaingang, antropóloga e pesquisadora. Membra da Articulação Nacional das Mulheres Indígenas Guerreiras da Ancestralidade – ANMIGA, do Comitê de Assuntos Indígenas da ABA e fundadora da Articulação Brasileira dos Indígenas Antropologes.
    •  
    • Walderes Coctá Priprá – Mãe e liderança indígena do povo Laklãnõ Xokleng. Mestre em história pelo Programa de Pós-Graduação em História da UFSC.
    •   
    • Elizete Antunes Ara’i – Liderança Guarani e Cacique da aldeia Yakã Porã Morro dos Cavalos, em Palhoça-SC. Formada no Curso de Licenciatura Intercultural Indígena do Sul da Mata Atlântica, Centro de Filosofia e Ciências Humanas da UFSC.
    •  

Mediação: Rita de Cácia Oenning da Silva e Kurt Shaw

21h00 – Exibição do curta “Gravidez e Parto” da Série Primeira Infância Indígena

19h00 – Exibição do curta “Proteção” da Série Primeira Infância Indígena

19h30 – Debate “Primeira infância, cuidados e universo simbólico e religioso”

    • Maria Janielly – Mãe de Lua e Alabà, candomblecista e Juremeira. Iniciada Ósùn, estudante de jornalismo, moradora do Ibura, Jaboatão dos Guararapes – PE.
    •  
    • Izoneia Araújo – Liderança indígena da etnia Tariana, formada em biologia e mãe de 4 crianças. Diretora da escola municipal de São Gabriel da Cachoeira. Foi pesquisadora do projeto CanalCanoa: primeira infância indígena e atua com primeira infancia na pastoral da criança no Río Negro.
    •  
    • Christiane Rocha Ciovana Falcão – Mãe e militante antirracista, atua como consultora em políticas públicas de promoção da igualdade racial e de gênero. Especialista em Direitos dos Povos e Comunidades Tradicionais e mestra em Antropologia.
    •  

Mediação: Rita de Cácia Oenning da Silva e Kurt Shaw

21h15 – Exibição do curta “Canto e Linguagem” da Série Primeira Infância Indígena

19h00 – Exibição do curta “Orientação” da Série Primeira Infância Indígena

19h15 – Debate “Primeira infância, diversidade de gênero e desenvolvimento”

    • Luciano Ramos – Pai de menina e historiador com especialização em Políticas Públicas para a infância. Consultor em masculinidades, paternidades, violências baseadas em gênero e saúde do homem no Instituto Promundo do Rio de Janeiro.
    •  
    • Carolina Drügg – Pedagoga especialista em Psicopedagogia, Políticas Públicas e Projetos Sociais e Culturais. Atua como Supervisora Técnica no Programa Primeira Infância Melhor – PIM do Governo do Estado do Rio Grande do Sul.

    • Antonela Tassinari – Doutora em Ciência Social pela USP e Professora do departamento de Antropologia da UFSC, onde desenvolve projetos de pesquisa e extensão vinculados ao Núcleo de Estudos de Povos Indígenas – NEPI.
    •  

Mediação: Rita de Cácia Oenning da Silva e Kurt Shaw

21h00 – Exibição do curta “Maria Teresa” da Série Pequenas Exploradoras

08h45 – Exibição do curta “Políticas Públicas” da Série Primeira Infância Indígena

09h00 – Debate “Adaptações das políticas públicas as múltiplas infâncias”

    • Ísis Thayzi Silva de Souza – Mulher negra, pedagoga, educadora popular, mestranda em educação e militante do Movimento dos Trabalhadores Sem Teto ( MTST).
    •  
    • Marcos Pelegrini – Médico com doutorado em Antropologia Social, professor da Universidade Federal de Roraima e tem experiência profissional na área de planejamento e organização de serviços de saúde entre povos indígenas.
    •  
    • Maria Cristina Troncarelli – Educadora da equipe multidisciplinar do Projeto Xingu, de extensão da Unifesp, atua na formação de profissionais de saúde indígenas e não indígenas. Lecionou no Parque Indígena do Xingu de 1984 a 1988 através da Funai.
    •  

Mediação: Rita de Cácia Oenning da Silva e Kurt Shaw

11h00 – Exibição do curta “Daire Késia” da Série Pequenas Exploradoras

A USINA

Realizadora do MIMUS e da Série Primeira Infância Indígena, a Usina da Imaginação acompanha há 20 anos crianças, coletivos e comunidades para contar suas histórias e produzir com elas pesquisas, formações, produtos culturais e audiovisuais para inspirar processos de valorização e transformação cultural em diferentes meios. Tem como objetivo promover a equidade de raça e gênero, estimulando o diálogo e o vínculo entre culturas e gerações.

NOSSOS PARCEIROS

parceiros

FICHA TÉCNICA

Realização
Usina da Imaginação

Direção e produção executiva
Rita de Cácia Oenning da Silva

Produção executiva
Kurt Shaw

Pesquisadora assistente
Ísis Thayzi

Projeto gráfico e transmissões
RUNA Produções

Assessoria de imprensa
Alecrim Conteúdo e Dariene Pasternak

Direção criativa
Natália Corrêa

Diagramação
Rodrigo Garcia

Comunicação e gestão de mídias
Kleiton Reis

Web designer
Vitor Hugo Cardoso

Motion graphics
Camila Mitiko Inagaki

Financeiro
Sandra Oenning da Silva
Carolina Buss da Silva